COMO USAR A PÍLULA DO DIA SEGUINTE

COMO USAR A PÍLULA DO DIA SEGUINTE – Nem sempre tudo sai como combinado, a camisinha estoura, o anticoncepcional foi esquecido ou ainda qualquer circunstância que obrigue o uso da pílula evitando uma gravidez indesejada, porém, este medicamento não pode ser utilizado de forma irresponsável, pois a mesma utilizada por diversas vezes, pode se tornar ineficaz.

COMO USAR A PÍLULA DO DIA SEGUINTE

Os profissionais de saúde alertam que mesmo que as mulheres façam uso de pílulas anticoncepcionais, devem manter a relação sexual utilizando a camisinha, evitando assim que contraiam quaisquer tipos de doenças sexualmente transmissíveis, sendo a pílula do dia seguinte o recurso somente nos momentos em que estes elementos vierem a falhar.

A Pílula

Na própria bula do medicamento, a mulher pode observar a porcentagem de eficácia da pílula em relação a gravidez, observando ainda que esta porcentagem varia ao decorrer das horas do fato acontecido, devendo ser tomada de preferência dentro das primeiras vinte e quatro horas.

A pílula pode ainda causar efeitos colaterais como dores de cabeça e alterações hormonais e de menstruação, acelerando o ciclo da menstruação que passa a vir em poucos dias após a ingestão da pílula.

A pílula do dia seguinte vem em dois comprimidos, devendo ser tomada imediatamente após a relação sexual ou dentro das primeiras setenta e duas horas, e a segunda doze horas após a ingestão da primeira pílula, para que o efeito seja eficaz.

A pílula do dia seguinte é equivalente a quase uma cartela completa de comprimidos anticoncepcionais, sendo assim, os níveis hormonais são altos, não devendo ser utilizado inconsequentemente, podendo causar riscos a saúde.

Com relação a frequência, os profissionais de saúde alertam, que ao usar a pílula mais de uma vez no mesmo mês ou ainda utilizar meses consecutivamente, a pílula não terá o mesmo efeito, aumentando as chances de engravidar, devendo então ser utilizado a camisinha como principal método contraceptivo, já que a pílula do dia seguinte serve principalmente para os casos excepcionais.

Um mito que se tornou quase uma regra para as mulheres, é de que a pílula do dia seguinte protege em todas as relações que serão realizadas naquele mês em que a pílula foi ingerida e esta é uma inverdade grosseira, pois a pílula serve somente para aquele ato sexual em que foi administrado o uso da pílula, ou seja, ao ocorrer o descuido contraceptivo, seja relacionado a camisinha ou relacionado a pílula anticoncepcional, a ingestão da pílula do dia seguinte, serve somente para evitar que naquele momento a mulher engravide, devendo ser ministrada cada vez que ocorrer a situação emergencial.

Leave a Reply