COMO SE DESPEDIR DE ALGUÉM QUE SE AMA?

COMO SE DESPEDIR DE ALGUEM QUE SE AMA? – Despedidas são sempre despedidas. Seja em um momento agradável, seja em um momento conturbado, as despedidas nunca são momentos fáceis de se lidar.Se deparar com um momento de despedida, seja você criança ou adulto, tem que ser encarado com sobriedade. Seja na despedida de familiares, de amigos ou namorados nunca é fácil despedir-se de alguém que se ama.

COMO SE DESPEDIR DE ALGUEM QUE VOCE AMA

Ao longo da vida várias situações determinam despedidas. Mudança de bairro, de escola, de trabalho, viagens, término de relacionamentos… São várias as situações que pedem despedidas. Mas como saber lidar com elas?

Muitas pessoas sentem dificuldade para expressar o sentimento de despedida com palavras. Muitas vezes, um sorriso, um abraço, um choro ou um olhar pode ser muito mai útil em uma hora de se despedir. Pessoas completamente inseridas na sua história e na sua vida podem passar e você talvez nunca mais a veja.

É importante manter a calma, ser sensato e não deixar que as lembranças perturbem seus pensamentos. A sobriedade, repito, é fundamental.

Muitas pessoas preferem se expressar pela escrita, acham que vão evitar o sofrimento. Podem amenizar, mas não cessar. É tiro e queda, se você ama e precisa se despedir irá sofrer. Portanto é fundamental lidar com esse sofrimento de maneira bacana. Visar outros horizontes, lembrar de coisas boas e desejar sempre o bem pode fazer com que o sofrimento diminua.

Bom, a despedida nunca é boa. Nunca faz bem. Mas é importante lembrar que a vida segue e novos desafios e vivências estão por vir. Muito pior é o despedimento pela morte. Quando o motivo é esse é ainda mais desesperador, pois você terá a certeza de que nunca mai verá aquela pessoa.

Apesar de muitas vezes ser inevitável é importante evitar o máximo possível uma despedida. A pessoa que amamos deve estar sempre ao nosso lado, portanto mais importante que pensar na despedida e encontrar meios de viver bem, agradar a pessoa amada e evitar possíveis despedidas! Está aí à dica, pense nisso. E se for inevitável que seja encarado com maturidade e, principalmente, sobriedade. A vida segue, continua, aproveite!

Leave a Reply